Como funciona a Radiónica
Inserir subtítulo aqui

"A radiônica é uma ponte entre os reinos físico e supra-sensível, entre as medicinas ortodoxa e espiritual. Seus praticantes, por conseguinte, são os construtores dessa ponte, tenham eles consciência disso ou não."     David Tansley

 Energia sutil,  Aura e o Biocampo.



SOMOS RECEPTORES E TRANSMISSORES

DE ENERGIA

O biocampo é a Aura interna e externa do corpo. Ele pode ser visto como o campo eletrodinâmico quântico real, sobre o qual  a Radiónica é capaz de interferir. É visto como uma força vibracional que envolve e inter penetra toda a matéria. Aparenta ser o organizador de energias livres, com frequências específicas, que manifestam e dimensionam as todas as estruturas físicas.  Do ponto de vista bioquímico, é o sistema de controlo supra químico do corpo, agindo como o  mestre de controlo para o metabolismo e crescimento. No nível da química quântica, as reações químicas são  a promoção e a quebra de ligações químicas. Essas ligações dependem de como os eletrões se ordenam em átomos e moléculas. A química quântica define como os núcleos e os eletrões organizam-se para formar estruturas no espaço. Estas estruturas podem ser perturbadas por campos ou por quanta de energia  (por exemplo, a partir de fotões e eletrões) o que faz com que elas se reordenem. Em outras palavras, estas perturbações, ou aumentos de energia no sistema, são estímulos para que uma reação química ocorra ou não.

Onde atua a Radiónica

A Radiónica está preocupada com o contexto do  controlo dos campos e das energias sutis que os compõe. Os chamados "campos informacionais intrínsecos''. O termo "energias sutis" refere-se, neste contexto, a essas formas de energia que não podem ser objetivamente medidas, pois são sinais de muito baixa amplitude e que não pertencem ao espectro eletromagnético. São, antes, energias escalares.

O ponto de partida para a cura pela Radiónica são os corpos astral e etérico, componentes básicos do Biocampo humano, que carregam todas as impressões informacionais, inclusive de memórias celulares traumáticas ou debilitantes. Elas são rastreadas até à sua fonte através da mente subconsciente. A cura profunda, ou o reequilíbrio dos campos, é então iniciada e facilitada pela transmissão de frequências equilibrantes e com o apoio de "elixires" com energias sutis específicas,

O controle sutil da fisiologia

 impressos em uma substância transportadora "neutra", como a água. O biocampo também é autocefálo (capaz de se conduzir). Ao nível quântico, as moléculas podem ser consideradas como estruturas no espaço, que ao serem alinhadas de determinadas formas, são capazes de interagir com outras estruturas. Em outras palavras, o alinhamento das "estruturas" subatómicas também pode estimular as ligações e, consequentemente, produzir reações químicas. O biocampo, devido a essa característica, é realmente responsável por dirigir a estruturação electrónica das moléculas dentro do seu corpo. Os místicos e a ciência consideram que o corpo etérico é que determina as condições do corpo físico. Desta forma, ele serve não só como um controlo para a transferência de informações, mas também influencia todas as reações químicas. Por isso, o biocampo pode ser visto como o sistema de controlo mestre para todos os processos fisiológicos. 

A cura etérica



.

Cada sistema vibratório tem uma frequência tida como natural. Frequência natural é a frequência que pode ser observada quando não há condução ou amortecimento das forças em ação. Se a força motriz de um sistema é a mesma que a frequência natural, a amplitude das vibrações do sistema pode tornar-se muito maior do que as da força motriz.  Este fenómeno é referido como ressonância. Por este motivo, a frequência natural é também referida como a frequência de ressonância. O nível energético acima, é o nível  informacional, um nível abstrato, onde a indução e informação é criada.  Não há nesse fenómeno, dimensões nem espaço ou tempo. Este nível é organizado em campos. São os "campos informacionais", ou morfogenéticos de Rupert Sheldrake. Eles penetram, comunicam e operam, inclusive  controlam os níveis de matéria e energia. Ao reunir o indefinido universo multidimensional descrito pela teoria das cordas, que é o campo morfogenético, fisicamente comprovado, podemos explicar a cura etérica.

Depois da análise pela radiónica, o que é que produz o "equilíbrio energético"?

Frequências de cores.

Frequências de essências florais

Frequências de cristais e pedras preciosas.

Frequências de ervas e plantas medicinais.

Frequências de homeopáticos e isopáticos.

Frequências sonoras.

Frequências geométricas.

Frequências de afirmações.

Frequências de óleos essenciais.

Frequências de vitaminas, sais minerais e nutrientes

Frequências de neuro mediadores

Frequências de medicamentos alopáticos