CASOS
Inserir subtítulo aqui

ALGUMAS DAS MUITAS SITUAÇÕES TRATADAS PELA REENGENHARIA EMOCIONAL

Depressão entre adolescentes

Depressão entre adolescentes é realmente mais comum do que se acreditava. Muitos adolescentes não compartilham seus sentimentos com seus pares ou pais, por medo de serem julgados ou temem o estigma de terem que ver um terapeuta. Além disso, muitos pais simplesmente não têm os meios financeiros para ajudar os adolescentes.

Outro perigo associado de depressão entre adolescentes é que eles podem optar por se auto medicar com drogas ilegais. Este processo de fuga pode, temporariamente, ajudar, mas os efeitos a longo prazo provavelmente serão desastrosos não apenas para o adolescente, mas para toda a família.

Os sintomas de depressão grave em jovens:

· Perda de interesse nos estudos e pouco aproveitamento escolar.

· Perda de interesse em hobbies e esportes ou uma perda de prazer nas atividades.

· Perda de interesse em atividades sociais.

· Isolamento, dormir longas horas.

· Não manter-se limpo ou tomar banho regularmente.

· Perda de apetite é mais comum, embora alguns possam começar a comer demais.

· Falta de concentração ou memória.

· Pensamentos de morte ou suicídio. Auto martírio. Bulímia.

A ciência culpa, incorretamente, desequilíbrios hormonais e químicos no cérebro. Eu não estou dizendo que isso não ocorra, mas é mais como a questão de quem surgiu primeiro, se o ovo ou a galinha. Eu sou de opinião que as emoções são a causa primária dos desequilíbrios na química  cerebral. Cuidar das emoções faz com que o corpo e a mente se curem naturalmente.

Medicar quimicamente o sistema nervoso só funciona durante o tempo que a prescrição dura. A sua ação temporária pode ser útil em situações de emergência, mas não chega às raízes emocionais. 

O choque do diagnóstico

O choque do diagnóstico acompanha quase todos os casos graves de doença com que eu trabalho. Ele implanta o terror e medo no coração do paciente.

Imagine ser condenado perante um juiz. "Você está condenado a uma longa e lenta morte, e agonizante. Você vai deixar todos os seus entes queridos falidos e emocionalmente esgotados."

O que pode ser pior do que um diagnóstico de câncer? Quase nada. São comuns os casos de desespero que conduzem a tentativas de suicídio sapós receberem a má notícia.

O choque do diagnóstico afeta e agrava qualquer condição e acelera qualquer doença. É a primeira coisa que deve ser cuidada numa sessão de terapia.

Esta é uma das principais causas de cancro metastático.

Por exemplo: um paciente é diagnosticado com câncer de próstata. Ele está apavorado por sua vida. Ele desenvolve múltiplos tumores nos pulmões. Ele se sente sexualmente desvalorizado e a osteoporose se desenvolve nos seus ossos do quadril. Em seguida, ele sente que vai deixar sua família desamparada e na falência, com nada para comer , e o câncer de fígado se desenvolve.

O medo, terror e choque causado pelo diagnóstico podem ser rapidamente superados, o que é o primeiro passo para a superação de uma doença grave.